20/10/2020

BATATA/CEPEA: Cotações estão em alta!

Safra de inverno se aproxima do encerramento

Por Juliana Acácio Toledo Parede, Luana Guerreiro e João Paulo Deleo
Em parceria com
FMC
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Cotações estão em alta!Ver fotos

Piracicaba, 20 – Os preços da batata vêm registrando acentuadas altas neste mês frente a setembro. Na parcial de outubro (1° a 16/10), as cotações médias do tubérculo tipo especial lavado estão em R$ 96,27/sc, valor 76% superior ao do mês passado. Isto porque, naquele período, o volume colhido era maior, tendo em vista o pico da safra de inverno, além da aceleração do ritmo das atividades, devido às altas temperaturas e à falta de chuva.

Já neste mês, a oferta está reduzida – a desaceleração da safra de inverno é comum nesta época, principalmente em Vargem Grande do Sul (SP), que sempre encerra as atividades em outubro. Ainda, as altas temperaturas têm dado trégua à produção, permitindo que o rimo de colheita se normalize, já que não há receio de perdas em termos de volume e qualidade.

Para novembro, a perspectiva é que a oferta se mantenha controlada, devido ao "adiantamento da oferta" em setembro. Além disso, o La Niña pode reduzir os volumes de chuva no Sul do País e afetar o plantio/desenvolvimento das lavouras da safra das águas de 2020/21. Segundo a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA), o fenômeno se iniciou em agosto deste ano e, de acordo com a agência australiana Bureau de Meteorologia (BOM), pode se estender até fevereiro de 2021.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: batata, Cepea, clima, colheita da safra de inverno de batata, cotação de batata, HF Brasil, La Niña, oferta de batata em outubro, perspectivas para batata, preços de batata, produção de batata, safra das águas de batata

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui