04/02/2019

BANANA/CEPEA: Exportações podem ganhar ritmo em 2019

Principal fornecedor da fruta ao Mercosul enfrenta entraves

Por Rodolfo Hackmann e Marcela Barbieri
Em parceria com
YARA
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BANANA/CEPEA: Exportações podem ganhar ritmo em 2019Ver fotos

Piracicaba, 04 – Em 2019, as exportações brasileiras de banana podem ganhar ritmo para o Mercosul, já que a safra da Bolívia, uma das principais fornecedoras da fruta ao bloco, vem enfrentando alguns entraves. De acordo com notícia veiculada pelo Fresh Plaza, problemas climáticos (em especial, os que acarretaram em inundações), afetaram a bananicultura boliviana e existem alertas de novas ocorrências para este ano. Este cenário, por sua vez, tem desfavorecido os embarques daquele país, dando espaço para outros exportadores, como o Brasil.

Vale ressaltar que, em 2018, bons resultados já foram observados para as exportações brasileiras de banana. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex),  o volume da fruta enviado ao Mercosul foi de 56 mil toneladas, alta de 47% frente ao ano anterior. A receita também aumentou, em 40%, totalizando US$ 14 milhões no período.

Fonte: hfbrasil.org.br e Fresh Plaza

Tags: banana, banana da Bolívia, Cepea, clima, clima afeta produção de banana, envios de banana ao Mercosul, exportações de banana, exportações de frutas, mercado internacional

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui