04/11/2020

BANANA/CEPEA: Cotação parcial da nanica supera a média de 2019 na Ceagesp

Clima afeta o fornecimento da variedade

Por Leonardo Caires e Marcela Barbieri
Em parceria com
UPL
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BANANA/CEPEA: Cotação parcial da nanica supera a média de 2019 na CeagespVer fotos

Piracicaba, 04 – Na parcial do ano (janeiro a outubro), o preço médio da banana nanica de primeira qualidade é de R$ 37,45/cx de 22 kg na Ceagesp, valor 9% superior ao do mesmo período de 2019. Isto porque, apesar da quarentena da covid-19, que – nos momentos mais críticos – afetou o funcionamento de pequenos comércios, restaurantes, feiras, entre outros serviços de alimentação, importantes compradores da fruta no entreposto, a entrada da variedade esteve mais controlada no correr de 2020.

De acordo com agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, este cenário se deve aos entraves climáticos, que afetaram a produção nas principais regiões fornecedoras de nanica, como Vale do Ribeira (SP) e Norte de Santa Catarina. O ano começou com seca nestas duas praças, sendo que, no norte catarinense, ainda ocorreu a passagem de um ciclone, meses depois. Assim, nem mesmo o pico de safra, para o primeiro semestre, apresentou o volume esperado.

Para os próximos meses, atacadistas esperam que os preços da nanica sigam em alta, devido à baixa oferta e à retomada gradual das atividades comerciais e de serviços não essenciais. Porém, ainda têm receio quanto à capacidade do mercado consumidor em suportar grandes aumentos. Por isso, os reajustes estão e devem continuar sendo realizados com cautela.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, Cepea, ciclone em SC, clima afeta produção de banana, cotação da banana nanica, HF Brasil, oferta de nanica, preços de banana, preços de nanica, volume de nanica na Ceagesp

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui