01/02/2019

ALFACE/CEPEA: Oferta segue restrita e preços se elevam ainda mais em SP

Produtores estão retirando as alfaces precocemente, resultando em tamanho menor dos pés

Por Isabela Camargo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Oferta segue restrita e preços se elevam ainda mais em SPVer fotos

Piracicaba, 1º - A qualidade e a oferta nas roças paulistas de Mogi das Cruzes e Ibiúna permaneceram baixas nesta semana (28/01 a 1°/02), resultando na valorização das alfaces. Com elevadas perdas no campo, produtores estão optando por colher a hortaliça antes do período ideal, tornando os tamanhos dos pés menores. Dessa forma, a quantidade de alfaces necessária para fechar uma caixa foi maior.

Em Ibiúna (SP), a crespa fechou em R$ 17,33/cx com 20 unidades, valor 17,20% maior nesta semana sobre a passada. Em Mogi das Cruzes (SP), as cotações da americana tiveram média de R$ 19,80/cx com 12 unidades, valorização de 18,39% no mesmo período.

A oferta está tão reduzida que a procura pela alface hidropônica, menos afetada pelo clima, se elevou significativamente e o volume disponível não é suficiente para suprir a demanda, assim, muitos produtores de SP estão trazendo alfaces do Rio de Janeiro (da região produtora de Teresópolis).

Ainda há previsão de altas temperaturas para ambas as regiões na próxima semana, segundo a Climatempo, o que pode continuar limitando a qualidade dos pés nas roças paulistas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, Cepea, cotações, custo, produção

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui