15/06/2018

ALFACE/CEPEA: Oferta elevada pressiona cotação em SP

Além da melhor produção, a demanda por folhosas tradicionalmente se reduz no período

Por Isabela Camargo, Lívia Rebeca Luz e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Oferta elevada pressiona cotação em SPVer fotos

Piracicaba, 15 - Com as baixas temperaturas, a procura pelas alfaces se manteve reduzida durante esta semana (11 a 15/06). Além disso, a oferta de folhosas ainda está elevada nas regiões de Mogi das Cruzes (SP) e Ibiúna (SP), devido ao clima favorável para a boa produção – ameno e sem significativas precipitações. Assim, as alfaces comercializadas na região de Ibiúna apresentaram boa qualidade, no geral, apesar do atraso do ciclo que vem ocorrendo diante do clima frio (o que acarreta em tamanhos menores do que o padrão). Em Mogi das Cruzes, alguns produtores ainda relataram casos de míldio – devido ao clima mais frio – mas sem perdas significativas na produção.

Com as baixas vendas decorrentes dessa época do ano, parte da produção fica retida na roça, gerando acúmulo de mercadoria. Sendo assim, com o baixo consumo e alta oferta, os preços caíram em ambas as regiões. Em Ibiúna, a crespa foi cotada a R$ 7,08/cx com 20 unidades, queda de 13,24% frente à semana passada. Já em Mogi das Cruzes, a variedade crespa teve média de R$ 10,88/cx com 20 unidades, recuo de 6,12% em relação ao mesmo período. Como perspectiva para a próxima semana (18 a 22/06), produtores estimam a possibilidade de descarte dessa mercadoria ainda retida nas lavouras, já que alguns pés estão passando do prazo ideal para comercialização e a demanda permanece baixa.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, clima, cotação, demanda, preço, produção

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui