21/08/2020

ALFACE/CEPEA: Mudança climática inibe consumo e recua preços em roças paulistas

Americana foi a variedade com maior desvalorização

Por Maria Julia Ramos e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Mudança climática inibe consumo e recua preços em roças paulistasVer fotos

Piracicaba, 21 - Diante da massa de ar polar que chegou ao estado de São Paulo nesta semana (17 a 21/08), os preços de alface sofreram quedas nas praças produtoras Mogi das Cruzes e Ibiúna. Tradicionalmente, o consumo de folhosas é inibido com temperaturas mais baixas – mesmo com clima frio há algum tempo, a procura vinha se mantendo relativamente estável. Porém, com frio intenso, a procura foi bastante afetada nos últimos dias.

Em Mogi das Cruzes, a variedade que mais sentiu foi a americana, com desvalorização de 15,42% e preço médio em R$ 12,00/cx com 12 unidades. Em Ibiúna, a crespa sofreu a maior desvalorização, de 9,17%, cotada a R$ 8,25/cx com 20 unidades. Apesar das adversidades causadas pelo frio, as mudanças climáticas também trouxeram chuvas, tranquilizando produtores quanto à falta d’água. Apesar disso, a qualidade não foi afetada e segue satisfatória. Porém, as doenças de inverno podem vir a causar problemas nas próximas semanas com doenças fúngicas e bacterioses, como oídio e murchadeira.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: preço da cebola, produção de cebola

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui