27/03/2018

ALFACE/CEPEA: Maior oferta pode pressionar cotação de março em SP

Em fevereiro, folhosas se valorizaram nas praças paulistas

Por Lívia Rebeca Luz e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Maior oferta pode pressionar cotação de março em SPVer fotos

Piracicaba, 27 – Os preços médios das alfaces podem se reduzir em março nas regiões de Ibiúna e Mogi das Cruzes (SP), considerando-se o clima satisfatório para a produção (que eleva a oferta do produto). Em fevereiro, por sua vez, as folhosas se valorizaram, por conta da maior demanda ao longo das semanas, devido ao fim das férias escolares – com exceção à semana do carnaval, quando houve queda na procura, afetando as vendas da hortaliça.

Em fevereiro, a crespa foi comercializada em Mogi das Cruzes por R$ 13,36/cx com 20 unidades, aumento de 12% frente a janeiro. A americana em Ibiúna, por sua vez, teve preço médio de R$ 9,29/cx com 12 unidades, valorização de 9,5% na mesma comparação.

No mês passado, a qualidade das alfaces esteve melhor frente a janeiro, devido às temperaturas mais amenas e às chuvas menos intensas, que beneficiam o cultivo. Dessa forma, os casos de mela, queima de miolo e descartes, que perduraram no primeiro mês do ano, diminuíram.

Entretanto, na primeira quinzena de fevereiro, alguns produtores relataram problemas na formação da americana, em função da elevada amplitude térmica em um mesmo dia. Em relação à venda de mudas, ficaram estáveis em fevereiro, sendo que a boa qualidade nas roças, as menores perdas no campo e as ligeiras reações nos preços foram os motivos apontados pelos viveiristas para a limitação das comercializações.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, Cepea, clima, cotação, folhosas, oferta de alface, preços de alface, produção de alface, São Paulo

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui