19/03/2021

ALFACE/CEPEA: Demanda é afetada pelas restrições,

mas baixa oferta mantém preço em SP

Por João Diogo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Demanda é afetada pelas restrições,Ver fotos

Piracicaba, 19 - Ao longo desta semana (15 a 19/03), em Mogi das Cruzes (SP), os preços das alfaces tiveram leves reajustes, ficando praticamente estáveis em relação à anterior. Algumas lavouras sofreram perdas por conta do sol forte, enquanto, em outras, a ocorrência de chuvas e granizo prejudicou a produção. Desta forma, a oferta mais restrita sustentou as cotações em melhores níveis, mesmo diante da baixa procura. A demanda dos supermercados e feiras, por serem atividades essenciais, foram os grandes responsáveis pelas compras na roça.

A crespa em Mogi registrou estabilidade (+0,99%) a R$ 21,93/cx com 20 unidades; a americana se elevou apenas em 1,00%, a R$ 21,64/cx com 12 unidades. Em Ibiúna (SP), a disponibilidade de produtos foi maior, e a menor saída pressionou os preços. A variedade crespa apresentou retração de 4,26%, custando R$ 15,00/cx com 20 unidades; a americana finalizou a semana valendo R$ 16,00/cx com 12 unidades, desvalorização de 3,03%. Para a próxima semana, os produtores apostam em manutenção dos valores das alfaces, caso a demanda de serviços essenciais do setor alimentício seja mantida, evitando baixas mais expressivas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação de alface, preço da alface, produção de alface

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui