17/04/2018

ALFACE/CEPEA: Comercialização de mudas recua nos viveiros paulistas

Retração da demanda por mudas já era esperada

Por Lívia da Silva e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Comercialização de mudas recua nos viveiros paulistasVer fotos

Piracicaba, 17 – As vendas de mudas de alfaces nas regiões de Ibiúna e Mogi das Cruzes (SP) se reduziram, em média, 10% na primeira semana de abril. As sobras de produto nas lavouras no decorrer de março e os preços baixos do período influenciaram essa diminuição.

Atrelado a isso, parte dos produtores já está reduzindo o plantio, em preparação para a temporada de inverno 2018, de acordo com viveiristas consultados pelo Hortifruti/Cepea. A diminuição da procura por mudas é esperada para o período, já que, usualmente, conforme o inverno se aproxima, a produtividade nas roças aumenta e a demanda por folhosas diminui.

Entretanto, vale destacar que a reação dos preços das alfaces, em abril, limitou uma queda ainda maior nas vendas das mudas, segundo viveiristas. Isso porque, foram registradas algumas reações temporárias nos pedidos por mudas avulsas e uma maior intenção por parte de alguns produtores em postergar a redução do transplantio – tentando aproveitar os preços mais elevados.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, alfaces São Paulo, Cepea, mudas de alface, produção, vendas de mudas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui