05/07/2019

ALFACE/CEPEA: Com oferta ainda limitada, preços não caem tanto em SP

Consumo se reduz, mas volume permanece baixo

Por Isabela Camargo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Com oferta ainda limitada, preços não caem tanto em SPVer fotos

Piracicaba, 05 - Nesta semana (1º a 05/07), os preços das alfaces nas regiões paulistas de Mogi das Cruzes e Ibiúna apresentaram leve queda. Isso porque, com o início das férias escolares e as menores temperaturas, o consumo pela hortaliça se reduziu, o que acabou impactando diretamente nas cotações.

Entretanto, com o ciclo de desenvolvimento ainda atrasado, o crescimento dos pés está acontecendo de maneira mais lenta, resultando em menor disponibilidade. Com isso, alguns produtores estão lidando com a falta de alfaces – especialmente da americana - fator que vem acarretando em saída ainda satisfatória para a época.

Dessa forma, os preços não tiveram grandes alterações: a crespa teve desvalorização de 8,6% frente à semana anterior, com cotação média de R$ 14,50/cx com 20 unidades, em Mogi das Cruzes. Essa redução também se deu, principalmente, pela melhor produção e estabilização da qualidade dos pés, que, de maneira geral, estão sem manifestação de bacterioses.

Quanto ao clima, uma forte fria chegou a essas regiões, o que provocará queda brusca nas temperaturas nos sábado e domingo (06 e 07) e causar possíveis geadas na próxima semana, de acordo com a Climatempo. Se isso ocorrer, a produtividade e a qualidade devem cair, fazendo com que a falta de mercadoria se intensifique ainda mais nas lavouras de São Paulo. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, cotação, preço, produtividade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui