30/08/2019

ALFACE/CEPEA: Com mercado lento, Ibiúna aumenta descartes

Preços não se modificaram

Por Isabela Camargo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Com mercado lento, Ibiúna aumenta descartesVer fotos

Piracicaba, 30 - Com o final do mês, as vendas de folhosas foram ainda mais afetadas nas regiões paulistas de Mogi das Cruzes e Ibiúna durante esta semana (26 a 30/08). De acordo com produtores consultados pelo Hortifruti/Cepea, esse cenário é esperado – já que, historicamente, o mercado fica travado de julho a setembro –, e as perspectivas de melhorias só devem ocorrer a partir de meados de setembro.

Entretanto, com o baixo volume de vendas e maior oferta, produtores de ambas as regiões estão tendo que lidar com os baixos preços desde o início da temporada de inverno. Na região de Ibiúna, muitos produtores estão descartando mercadorias mais velhas por terem “passado do ponto” ideal de colheita.

Já em Mogi das Cruzes, o mercado está mais estável e as sobras estão sendo controladas, o que ainda não resultou em grandes perdas nas lavouras. Assim, a crespa em Ibiúna teve preço médio de R$ 6,89/cx com 20 unidades, sem variação em relação à semana anterior.

Em Mogi, apesar do maior controle de descarte, houve desvalorização (2,35%), com média de R$ 10,37/cx com 20 unidades para a crespa. A expectativa é de que o mercado permaneça fraco na próxima semana, devido à baixa demanda e boa produtividade. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, cotação, preço, preço da alface, produção, produtividade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui