24/05/2019

ALFACE/CEPEA: Com alta umidade, doença bacteriana ataca lavouras em SP

Porém, oferta elevada pressionou preços

Por Isabela Camargo e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Com alta umidade, doença bacteriana ataca lavouras em SPVer fotos

Piracicaba, 24 - Nesta semana (20 a 24/05), a qualidade das alfaces comercializadas nas regiões paulistas de Mogi das Cruzes e Ibiúna foi prejudicada. O clima ficou mais úmido e pouco ensolarado nos últimos dias, o que vem favorecendo a incidência de bactérias nas roças de ambas as regiões – principalmente na região de Mogi das Cruzes.

Entretanto, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, apesar das perdas ocasionadas pelas doenças, o preço não se elevou nesta semana, por conta do baixo consumo – devido às baixas temperaturas. Além disso, a qualidade afetada também pressionou as cotações.

Assim, a americana em Ibiúna teve preço médio de R$ 5,00/cx com 12 unidades, queda de 15,25% em relação à semana passada. Já a variedade crespa em Mogi das Cruzes se desvalorizou 1,15%, sendo cotada a R$ 9,55/cx com 20 unidades.

Para a próxima semana (25 a 31/05), é esperado um baixo volume de chuvas nas regiões paulistas e alta amplitude térmica, segundo a Climatempo, fatores que podem promover o “estresse” da hortaliça, impactando, negativamente, na produção e qualidade final. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, Cepea, cotação, preço, produção, produtividade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui