09/02/2018

UVA/CEPEA: Itália se desvaloriza no Vale com concorrência de SP

Chuvas atrapalham colheita no Nordeste

Por Henrique Sarmento Aires e Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
UVA/CEPEA: Itália se desvaloriza no Vale com concorrência de SPVer fotos

Piracicaba, 09 - As precipitações registradas, nesta semana (05 a 09/02), no Vale do São Francisco (PE/BA) impediram a colheita de uva em alguns momentos. Segundo dados do Inmet, de 04 a 08/02, na estação meteorológica de Petrolina (PE), foram registrados 27 mm de chuvas. De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, mesmo sem danos significativos no campo, em especial das variedades sem sementes, como a crimson, ainda há receio de que possam rachar durante o armazenamento em câmara fria. Porém, com as precipitações de 41,4 mm entre a quinta-feira e sexta-feira (08 e 09), podem ter sido observados problemas na qualidade das uvas sem sementes que estão sendo colhidas.

No caso das uvas com sementes, mesmo com a colheita mais lenta, os principais fatores que interferiram nas cotações dessas uvas foram o período de alta oferta em São Paulo (Pilar do Sul e São Miguel Arcanjo) e a proximidade com o Carnaval, que têm travado as vendas em alguns mercados. No Vale, a itália no contentor foi comercializada na média de R$ 2,33/kg, valor 2,8% inferior frente ao da semana passada. Em São Miguel e em Pilar do Sul, a variedade foi comercializada na média de R$ 2,83/kg e de R$ 2,80/kg, respectivamente.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, chuva, cotações, crimson, HF Brasil, itália, Nordeste, preço, uva, vale do são francisco

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui