08/08/2017

MAMÃO/CEPEA: Preços baixos comprometem rentabilidade do havaí

Cotações estão 78% inferiores às de 2016

Por Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Preços baixos comprometem rentabilidade do havaíVer fotos

Piracicaba, 08 – A rentabilidade unitária do mamão tem sido limitada em 2017, principalmente para a variedade havaí, que se manteve negativa na maior parte do ano (durante cinco dos sete meses já encerrados). Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, os baixos preços praticados se devem ao maior volume ofertado nas regiões produtoras e à demanda enfraquecida. 

Além do clima mais favorável, os elevados preços de 2016 estimularam o cultivo da variedade no primeiro semestre. Atrelado a isso, a comercialização tem ficado aquém do esperado, pressionando ainda mais as cotações. 

No Norte do Espírito Santo e no Sul da Bahia, o mamão havaí tipo 12 a 18 foi cotado à média de R$ 0,58/kg na parcial do ano (até julho), valor 78% abaixo do mesmo período de 2016 e 11% menor que o mínimo estimado para cobrir os custos de produção neste ano.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: havai, mamão, oferta, preços, rentabilidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui