01/12/2017

MAMÃO/CEPEA: Novembro fecha com cotações em queda

Oferta ainda é superior à demanda

Por Marcela Barbieri e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Novembro fecha com cotações em quedaVer fotos

Piracicaba, 1º - Além da comercialização restrita no fim de mês, o mamão se desvalorizou novamente nesta semana (27/11 a 1º/12) devido ao excesso de frutas no mercado. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o elevado volume nas regiões produtoras, principalmente do havaí, pode ter sido influenciado ora pela chegada de roças novas, ora pela maturação adiantada pelo calor. Além disso, menores preços de frutas da época e a presença de mamões com qualidade e calibre fora do padrão também pressionaram as cotações. Com isso, o havaí foi vendido por R$ 0,38/kg no Norte do Espírito Santo, queda de 9% frente à semana passada, e o formosa foi comercializado por R$ 0,70/kg no Norte de Minas Gerais, valor 23% inferior em mesma comparação. Como o volume do havaí deve permanecer elevado nas próximas semanas, baixos patamares ainda podem ser observados, especialmente para esta variedade.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação, demanda, formosa, havai, mamão, oferta, papaia, papaya, preço, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui