09/02/2018

MAMÃO/CEPEA: Descartes são observados no Norte do ES e no Sul da BA

Formosa segue em baixos patamares

Por Marcela Barbieri e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Descartes são observados no Norte do ES e no Sul da BAVer fotos

Piracicaba, 09 - Com elevado volume nas roças, parte do mamão formosa foi descartado no Norte do Espírito Santo e no Sul da Bahia nesta semana (05 a 09/02). Além disso, a proximidade com o Carnaval restringiu a comercialização e também favoreceu as sobras nestas regiões. Com isso, as cotações seguiram pressionadas. Na região capixaba, a variedade foi comercializada por apenas R$ 0,28/kg, valor próximo ao da semana passada.

Colaboradores do Hortifruti/Cepea ainda relataram que problemas na aparência da fruta também limitaram as vendas. Com as recentes chuvas nas regiões produtoras, houve aparição de doenças fúngicas nos mamões, em especial a mancha-chocolate (doença causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides e que manifesta lesões superficiais com coloração marrom em frutos ainda verdes). Como o escoamento pode continuar afetado pelo Carnaval na próxima semana, melhores resultados são esperados apenas na segunda quinzena do mês.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: carnaval, chuva, clima, cotação, doença, formosa, mamão, preço, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui