13/04/2018

MAÇÃ/CEPEA: Fuji se desvaloriza com maior ritmo na classificação

Preços da fuji reduzem 4% em São Joaquim

Por Lavínia Morais e Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Fuji se desvaloriza com maior ritmo na classificaçãoVer fotos

Piracicaba, 18 - A comercialização da maçã fuji tem ganhado mais espaço no mercado com o avanço da colheita, de acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea. Nesta semana (09 a 13/04), a maçã fuji miúda Cat 1 apresentou cotação média de R$ 33,60/cx de 18 kg na serra catarinense, preço 4% inferior em comparação com a semana passada. As atividades de colheita da fuji nas regiões de Fraiburgo (SC) e Vacaria (RS) já estão bem mais adiantadas em comparação com as de São Joaquim (SC), que colheu cerca de 50% da safra até então.

No entanto, vale destacar que classificadores ainda têm optado por armazenar grande parte do volume da variedade, uma vez que a fruta tem apresentado boa resistência para armazenamento. Dessa forma, a comercialização da fruta deve ser maior no segundo semestre. A expectativa é de que a redução no volume da fuji seja de, no mínimo, 20%, de acordo com agentes do setor – podendo chegar em até 50% em algumas propriedades.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, classificação, cotações, fuji, HF Brasil, Maçã, preço, são joaquim

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui