11/07/2018

HORTIFRUTI/CEPEA: Vendas de HF's se enfraquecem durante a Copa do Mundo

Itens para churrasco, por outro lado, têm maior demanda em supermercados

Por Caroline Ribeiro
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Vendas de HF's se enfraquecem durante a Copa do MundoVer fotos

Piracicaba, 11 – Apesar dos esforços de alguns supermercados em promover as vendas de hortifrútis durante os jogos da Copa do Mundo (como organizar os produtos com as cores verde e amarelo, de modo semelhante à bandeira do Brasil), a procura acabou se voltando a outros itens, principalmente os relacionados a churrasco. Levantamento realizado pela Apas (Associação Paulista de Supermercados), aponta que o consumo, em dias de jogos da seleção brasileira, se elevou de 30% a 50% para cerveja e em 20% para carnes.

Dentre os aperitivos, as principais escolhas dos consumidores se concentraram em itens derivados de carne (como linguiça, salame e bacon, com aumento de 20%), e em amendoim e pipoca (25% superior). Mesmo quando os jogos ocorriam no período da manhã, as frutas não estavam entre os produtos mais procurados: pães, frios, sucos e laticínios eram os principais, com vendas até 10% superiores a um dia habitual.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a demanda por frutas e hortaliças também se enfraqueceu nas roças e nos atacados no período – principalmente devido à antecipação do fim do expediente de trabalho. Na sexta-feira (06), última partida da seleção brasileira na Copa, colaboradores dos mercados de banana, cebola, maçã, mamão e melão relataram que o evento estaria entre os principais fatores que dificultavam a comercialização.

Com o encerramento do Mundial, no domingo (15), o mercado pode voltar a reagir?

Fonte: hfbrasil.org.br e Apas

Tags: consumo durante a Copa, Copa do Mundo, demanda, hortifrútis, vendas de frutas e hortaliças

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui