15/06/2017

HORTIFRUTI/CEPEA: O que avaliar em um empreendimento citrícola?

Alto investimento inicial, por si só, não garante a produtividade desejada

Por Margarete Boteon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: O que avaliar em um empreendimento citrícola?Ver fotos

Piracicaba, 15 – Um grande desafio na análise de novos projetos na citricultura é o de como manter o pomar de laranja economicamente produtivo ao longo de sua vida útil, em meio aos impactos causados pelo HLB (greening). A formação do pomar é um item importante e custoso. No entanto, o alto investimento inicial, por si só, não garante a produtividade almejada no projeto, e o empreendimento deve manter um manejo muito intensivo (especialmente no controle do greening), para seguir com alta produtividade ao longo da vida útil.

Assim, antes da reforma do pomar, é importante ter uma garantia de que o empreendimento terá caixa suficiente para manter o manejo, independente dos preços de mercado. Um ano de adubação inadequada e/ou um controle menos intensivo do psilídeo podem comprometer todo o projeto. Este e outros pontos sobre a viabilidade da introdução de um pomar de laranja são discutidos no Especial Citros, na edição de maio da Hortifruti Brasil.

Os autores do material ressaltam que o efeito do HLB (greening) no pomar citrícola é um ponto importante nesta análise. O HLB não tem efeito somente nos tratos culturais. O greening tem modificado a forma de gerenciar a cultura, impondo pomares altamente produtivos, de rápido retorno e com uma gestão muito eficiente do fluxo de caixa, para manter a capacidade de investimento ao longo de toda a vida útil do projeto.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: citricultura, citros, Especial Citros, formação de pomar, pomar de laranja, revista Hortifruti Brasil, viabilidade da citricultura

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui