13/04/2018

ALFACE/CEPEA: Ciclo atrasa e cotações se elevam em SP

Chuvas contribuem para menor oferta no mercado

Por Livia Rebeca Luz da Silva e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
ALFACE/CEPEA: Ciclo atrasa e cotações se elevam em SPVer fotos

Piracicaba, 13 - Nesta semana (09 a 13/04), todas as variedades de alfaces se valorizaram nas regiões de Ibiúna e Mogi das Cruzes (SP). A oferta segue baixa nas praças paulistas, em função do alongamento do ciclo de desenvolvimento das folhosas – derivado do aumento da amplitude térmica entre o dia e a noite. A “falta” de alfaces levou muitos produtores a cortarem as folhosas ainda novas para abastecer o mercado e aproveitar os preços mais altos, o que resultou na comercialização de alfaces menores. Além disso, a menor quantidade de alfaces também é reflexo das perdas que parte dos produtores tiveram com chuvas de semanas anteriores. A má formação na variedade americana reduziu ainda mais a oferta, segundo produtores consultados pelo Hortifruti/Cepea. Assim, o valor da americana em Ibiúna foi de R$ 16,17/cx com 12 unidades, elevação de 52,76% em comparação com a semana anterior. Em Mogi das Cruzes, o preço da crespa subiu 46,20% e foi de R$ 16,67/cx com 20 unidades. Para a próxima semana (14 a 20/04) há previsão de 34 mm de chuvas em Ibiúna e 37 mm em Mogi das Cruzes, de acordo com a Climatempo. O baixo volume pode continuar contribuindo para a melhora da produção, e os preços podem se reduzir na medida que o ciclo de desenvolvimento for se estabilizando.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alface, atacado, Ceagesp, cotação, folhosa, oferta, preço, produção, produtividade, valorização

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui